• Comunicação CRMV-RN
  • 09/09/2019

Dia 9 de setembro é o Dia do Médico Veterinário

Rio Grande do Norte tem 1.001 profissionais em exercício e inscritos no CRMV-RN.

Ao longo de 50 anos de regulamentação da profissão, os médicos-veterinários trabalham para manter a vida e o equilíbrio do planeta. Eles cuidam da saúde animal, humana e do meio ambiente, concentrados na chamada Saúde Única. A profissão também contribui para o desenvolvimento econômico e social do país, com atuação em mais de 80 áreas, e é celebrada no dia 9 de setembro – o Dia do Médico Veterinário. 

A data é comemorada porque foi em 9 de setembro de 1933, que o então presidente do Brasil, Getúlio Vargas, assinou o decreto lei nº 23.133, sobre o ensino da Medicina Veterinária. Os cursos já existiam desde 1910. A nº 5.517, de 23 de outubro de 1968 regulamentou a profissão.

Atualmente, o Rio Grande do Norte tem 1.001 profissionais inscritos e em atuação, de acordo com os dados do Conselho Regional de Medicina Veterinário – autarquia federal que tem a responsabilidade de regulamentar e fiscalizar a profissão, bem como servir como órgão consultivo do poder público.  

O trabalho do médico-veterinário vai muito além das clínicas e dos consultórios veterinários, destinados aos animais de companhia: eles atuam em atividades ligadas à produção dos alimentos de origem animal que chegam à mesa do consumidor; têm papel fundamental na agropecuária brasileira; podem trabalhar como consultores, responsáveis técnicos, docentes e peritos criminais, judiciais e administrativos; exercem atividades em laboratórios para análise de solo, para análise da água e domissanitários (saneantes destinados ao uso domiciliar); realizam pesquisas em alimentos; participam da produção de vacinas e de medicamentos de uso animal, entre outros.

No caso da saúde pública, por exemplo, a categoria foi integrada, em 2011, às equipes multiprofissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf). Isso significa que, desde então, os médicos-veterinários têm a chancela do governo federal para atuar ao lado de outros profissionais que trabalham pela qualidade da atenção básica à saúde nos municípios brasileiros. Treze anos antes, em 1998, a Medicina Veterinária já havia sido reconhecida pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) como profissão da área de saúde.

É o médico-veterinário quem realiza visitas domiciliares para o diagnóstico de risco à saúde na interação entre os seres humanos, os animais e o meio ambiente. A Saúde Única visa promover a cooperação e colaboração entre médicos veterinários e demais profissionais de saúde e meio ambiente para promover a saúde e o bem-estar de todas as espécies animais e vegetais.


Ver todos

Mês do Médico-Veterinário: entrevista com o profissional Nivaldo Costa sobre atuação com grandes animais

“A atuação do médico-veterinário de animais de grande porte foi e continua sendo de enorme importância num país de grande extensão territorial e com aptidão primária para a pecuária”.

Já está disponível no portal do Mapa o primeiro volume do Manual de Boas Práticas na Criação de Animais de Estimação - Cães e Gatos

Elaboração do documento contou com a contribuição do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV)

CRMV-RN começa a fixar adesivo em estabelecimentos fiscalizados

Documento aumenta transparência e facilita contato do público com o Regional.

Estão abertas as inscrições para a 2ª Semana do Médico Veterinário no RN

Palestras e entregas de carteiras acontecem de 23 a 27 de setembro em Natal, Caicó e Mossoró.

Dia 9 de setembro é o Dia do Médico Veterinário

Rio Grande do Norte tem 1.001 profissionais em exercício e inscritos no CRMV-RN.